Economia de Água com Argamassa Biomassa

Como economizar água em sua obra, reforma ou construção?

Em boa parte das obras ou reformas, utilizamos cimento e água para preparação da argamassa e também de concreto. Estes, aplicados em etapas distintas, e com funções específicas tais como: elemento ligante para alvenarias, revestimento e também fundações e lajes.

O uso de água é inerente ao uso do cimento em obras e esse consumo pode ser medido por um índice chamado de Fator A/C que representa a taxa do total de água utilizada (em litros) pelo total de cimento (em quilogramas).

O fator A/C varia em função da aplicação da argamassa e do concreto mas pode apresentar valores superiores a 0,8, ou seja, 80% da massa total de cimento que será utilizada na obra terá seu equivalente em água também utilizado.

Como evitar isso?

Com a tecnologia da argamassa polimérica Biomassa, você reduz o consumo de água em até 90% da obra. Isso em função do alto rendimento do produto. Comparativamente à argamassa de cimento, a argamassa polimérica Biomassa rende até 20 vezes mais.

Por exemplo: 


Para uma obra típica de 10.000 m² de alvenaria com argamassa, serão necessárias, somente na mistura de cimento, 50.000,00 litros de água (cinquenta mil). Isso sem contar os desperdícios.

No caso da argamassa polimérica Biomassa o consumo de água será de apenas 1.400 litros de água e sem desperdício. Como a argamassa polimérica Biomassa já vem pronta, o conteúdo de água é controlado pelo fabricante diretamente no produto. Além disso são feitos reaproveitamentos e tratamentos na indústria para garantir o máximo de eficiência.

Onde está sendo utilizada?

A argamassa polimérica Biomassa está sendo utilizada em todo o país desde 2011. Ela pode ser encontrada em diversas revendas pelo país e já se encontra em uso pelas grandes construtoras e empreiteiras. Uma das obras de destaque é a construção com Parque Olímpico do Rio de Janeiro na Barra da Tijuca. As alvenarias dos espaços de luta e basquete estão em plena obra e garantem velocidade, sustentabilidade e vantagens econômicas. O uso amplo em um projeto estratégico pelo consórcio formado por empresas como Odebrecht e Camargo Corrêa demonstra o crescimento da tecnologia e sua viabilidade econômica e técnica.


Obra do Parque Olímpico Rio 2016 – Obra atual e estratégica utilizando argamassa polimérica Biomassa



Com a crise hídrica, necessitamos do apoio de todos. Divulgue e compartilhe essa solução. Acesse nossas redes sociais.

Download WordPress Themes Free
Free Download WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
Download Nulled WordPress Themes
free download udemy course
download lava firmware
Download Nulled WordPress Themes
free download udemy paid course
Solicite um orçamento