Um dos questionamentos que mais recebemos em nossas redes sociais é sobre segurança em usar nosso produtos (principalmente a Argamassa Polimérica) para alvenaria. E sim, a Biomassa é confiável. Testada e aprovada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e ainda tem mais de 8 milhões de m² construídos pelo mundo.

Sendo uma das obras de maior relevância que construímos temos o Parque Olímpico do Rio de Janeiro. Todas as arenas foram construídas com produtos Biomassa, ao todo 1,18 milhões de m². Ao utilizar nossa Argamassa Polimérica houve uma diminuição de 50% na mão de obra, e também uma grande redução de agua e co2. Com uma obra desse tamanho e com esses resultados fica até mais fácil confiar né?

 

Além de aprovada pela ABNT e de todos esses metros construídos , também temos nossos famosos testes na internet, onde nossos cliente e seguidores adoram fazer testes de resistência com nossos produtos.

E agora? já esta convencido sobre a veracidade da Argamassa Biomassa que é mais forte que o cimento, impermeável, sustentável, feito com  água de reuso sem toxinas e fácil aplicação.

 

A infiltração é um dos problemas mais recorrentes em casas e construções. Por isso é necessário estar sempre atento. Além de danos estruturais graves ao imóvel, pode ocorrer a produção de mofo e com isso doenças respiratórias para qualquer pessoa que frequente o local. A infiltração, de tão perigosa e complicada, indica-se sempre a manutenção preventiva e por isso materiais de impermeabilização estão sempre em alta. Com isso começa-se os questionamentos de qual a melhor forma de impermeabilizar e com isso que esse artigo vai te ajudar hoje.

Temos no mercado 3 formas mais recorrentes de impedir infiltração, Sendo elas a manta de alumínio, manta asfáltica e por fim a manta liquida, mas qual a melhor?

Manta Asfáltica

A manta asfáltica, conta com um dos métodos de aplicação mais caros e complexos, tornando-se assim financeiramente menos viável do que as outras opções. Também é feita de um material que não pode ficar exposto ao sol por conta da possível danificação por raios UV. Além de tudo isso ainda pode fazer mal a sua saúde por ser um grande emissor de composições orgânicas voláteis (COVs). Em relação a durabilidade, a Manta Asfáltica dura em média de 5 até 10 anos.

Manta de Alumínio

Uma outra opção muito utilizada é a Manta de alumínio, que apesar da facilidade de aplicação e menos emissor de composições orgânicas voláteis dela (comparada a manta asfáltica) ainda não é p ideal, pois a manta não libera gases poluentes, mas a cola necessária para sua aplicação libera. Em outro ponto que a Manta de Alumínio não se mostra tão vantajosa é em questão ao calor, apesar de sua refletância, esse é o tipo de manta que mais esquenta o ambiente.

Manta líquida

E para finalizar, temos a opção mais inovadora do mercado, a Manta liquida que além de ter a durabilidade de 20 anos se não realizada a manutenção e se a manutenção for realizada a cada 5 anos se torna uma impermeabilização vitalícia. Ainda não emite gases poluentes, fabricado com água de reuso sem toxinas. E ainda tem garante a economia por ter mais durabilidade e sua aplicação ser fácil conseguindo o resultado esperado a partir da 2 demão.

Estão vai deixar a infiltração causar danos a sua casa e família ou vai prevenir com a forma mais pratica, econômica, saudável e sustentável do mercado?

Se você gostou, não deixe de acompanhar nosso blog!

 

A Biomassa do Brasil nasceu de uma ideia de facilitar a vida do profissional da construção civil de forma saudável, sustentável e econômica. Ou seja, desde o começo o sonho da Argamassa Polimérica Biomassa e todos os produtos que surgiram depois disso, já vieram com um grande desafio para ser inovador.

O primeiro produto revolucionário para a mercado da construção que criamos foi justamente a Argamassa Polimérica. Pensada para realizar a etapa de alvenaria de forma rápida, até sua embalagem foi criada para isso. E falando em embalagem, apesar do material ser de plástico você tem a opção de descartar para reciclagem ou colocar dentro do bloco o que ajuda com a acústica do ambiente.

Já quando o assunto é sustentabilidade a Argamassa Biomassa também é referência já que é fabricada apenas com água de reuso, o que economiza cerca de 160 a 200 litros de água a cada metro cubico, causando dessa forma um grande impacto para o meio ambiente. Vale lembrar que a Argamassa é saudável também, mas como assim Argamassa saudável? Hoje já temos informações cientificamente comprovadas sobre os maus que a utilização de cimento pode causar, por ser um produto reagente a pele por conta de suas toxinas. O cimento pode causar danos a pele como vermelhidão, bolhas, fissuras, inchaços, entre outros, sem contar em danos respiratórios que variam de tosse comum por irritação até câncer por inalação de toxinas. Por isso a biomassa produz, produtos sem toxinas, para que tanto o aplicador como o usuário não sofram com danos imediatos ou futuros.

Mas não se engane, o fato de ser um produto saudável e sustentável, não quer dizer que seja mais caro, muito pelo contrário, a Biomassa tem se mostrado mais eficiente para a redução de até 40% dos custos totais na etapa de alvenaria.

Então sim, a Argamassa Biomassa conseguiu criar um produto com saudabilidade, sustentabilidade, de forma a agilizar o processo e ainda é mais barato na conta final com redução de energia, trabalhadores e tempo de obra.

O que esta esperando para ser Bio também?

 

Na ultima segunda (28) foi liberado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) o índice nacional de custo da construção (INCC-M). O que impressionou construtoras, engenheiros, arquitetos e outros profissionais, foram que as taxas do INCC aumentaram muito em relação ao mês anterior (fevereiro), onde as taxas se encontravam em 0,48% e já esse mês (março) se encontram em 0,73%.

Mas no que isso interfere na obra? Basicamente, esse índice indica quanto a mais a obra pode te custar e o aumento dela diz respeito diretamente ao valor em que a obra pode ou não alterar. Como estamos vindo de um período muito atípico mundialmente falando, em questão de 2 anos de pandemia o que causou além de grandes impactos humanos e biológicos, acabou gerando também um “rombo” econômico nunca antes visto. Além disso estamos passando por um novo momento de muita dificuldade mundial com as guerras instaladas na Ucrânia, que influenciam diretamente na economia de forma generalizada.

Com todas essas questões acontecendo quase que ao mesmo tempo, já era de se esperar que financeiramente as coisas ficariam muito mais complicadas e o indicie nacional de custo da construção serviu para mostrar o tamanho do impacto de tudo isso nos nossos bolsos.

Como se já não bastasse o custo de obra ter aumentado, outro índice que foi liberado é sobre a confiança da construção que nesse caso ao invés de aumentar como o INCC, ele abaixou 0,8%. O que também não é bom, já que esse valor diz respeito basicamente a produtividade da obra, ainda em relação à pesquisa que também foi liberada pelo IBGE nota-se que a baixa na taxa de confiança na obra de março basicamente anula toda a alta de fevereiro e que ainda não se tem previsão de melhora para toda essa situação.

Mas assim como nem tudo são rosas, nem tudo é só espinhos, e hoje já existem algumas soluções alternativas para tentar economizar e aumentar a produtividade da sua obra. Uma dessas soluções é a Argamassa Polimérica Biomassa, que além de reduzir os custos na etapa de alvenaria da sua obra em até 40%, ainda pode acelera-la até 4 vezes mais.

 

(obras com o uso de Argamassa Biomassa)

Então apesar de todo o aumento econômico, ainda é possível economizar e acelerar sua obra. Além de ser com um produto sem toxinas, fabricado com água de reuso, totalmente sustentável e que não prejudica a saúde do aplicador ou usuário.

 

É… O produto perfeito existe e se chama Argamassa Polimérica Biomassa, e você está esperando o que pra usar e aprovar na sua obra?

 

A tinta térmica hoje e a melhor opção de redução de energia elétrica por conta do alto combate direto as ondas de calor que nos consomem nesse país (quente) tropical. E de calor nos brasileiros entendemos bem o quão abafado e sufocante pode ser o período de verão e em contra partida o quão rápido o tempo pode mudar de um calor de 40ºc para um temporal fora do normal, nosso verão é realmente unicamente imprevisível.

E com isso, todo fim e inicio de ano é o mesmo problema nos assombrando o forte calor durante o dia, com fortes quedas de água durante a tarde e nos ficamos sem saber o que fazer com todo esse calor. E assim todo verão temos um grande aumento na procura por Biotherm (tinta térmica) e em 2021/2022 não foi diferente, mas será que é melhor esperar até o verão seguinte para aplicar a Biotherm?

Na verdade os meses de  prevenção ao verão são sempre os mais indicados, pois nossa tinta térmica precisa ser aplicada em uma área externa para que assim haja uma refletância nos raios solares e com isso ocorra a diminuição de temperatura e sensação térmica e para obter o melhor resultado sempre indicamos duas demãos sendo o tempo de cura entre a primeira e a segunda demão de 4 horas (sem chuva) e após a segunda aplicação o tempo de secagem de 72 horas (novamente sem chuva), ou seja estamos entrando no melhor momento para a aplicação de tinta térmica , pois agora as chuvas estão finalmente acabando sendo mais fácil a espera da secagem da Biotherm de forma certa para não te causar nenhum prejuízo de tempo nem financeiro.

E então já está pronto para aplicar Biotherm na sua casa ou vai esperar para pensar nisso quando o verão voltar com todo seu calor (e pancadas de chuvas aleatórias). Se previna, evite seu calor com a forma mais eficiente do mercado, sem prejuízo financeiro por reaplicação, sem gastos excessivos com energia por ventiladores e ar condicionado durante o calor e sem estresse dentro do seu lar possivelmente causado por essas questões.  O melhor momento de mudar seu verão é agora, aplique o quanto antes.

Você sabia que existe a possibilidade de fazer a alvenaria estrutural da sua obra com 0 (zero) uso de água, redução de custo, sujeita, mão de obra e ainda otimizar o tempo de trabalho? Parece uma realidade impossível, né? Mas não é, com Argamassa Polimérica Biomassa é possível viabilizar construções de até 6 (seis) pavimentos, melhorar o desempenho de sua construção e ainda deixá-la mais leve a ponto de economizar no projeto estrutural e de fundação.

Isso é possível porque nossa Junta delgada é menor e bem mais concentrada, só é necessário usar 1 a 3 milímetros de camada assentada, por isso no resultado final da sua construção terá uma diminuição de peso muito significativa.

Então usando a Argamassa Polimérica Biomassa é possível economizar água, energia, mão de obra, tempo, operações logísticas e fundação estrutural, mas além de tudo, é confiável usar esse método para alvenaria estrutural? Claro, que sim! A Biomassa já garantiu o selo das normas ABNT comprovando toda a veracidade de nosso produto e temos o “selinho de ouro” dos nossos clientes que usaram esse método e comprovaram que essa é a melhor forma de realizar construções do futuro…

 

 

Fora esses dois selos maravilhosos também já adquirimos o selo da casa saudável (HBC) e empresa sustentável (GBC) como garantia de que mais do que todas essas qualidades já apresentadas, nós também garantimos a saudabilidade de nossos produtos para com os aplicadores e usuários do mesmo.

Legal, mas como efetivamente eu faço isso? Para usar a Argamassa Polimérica da Biomassa no método de alvenaria estrutural você precisa que a primeira fiada seja regularizada com a argamassa convencional, sem o encabeçamento da junta vertical para não alterar na paginação. Já na etapa de assentamento o indicado é que seja realizado com um cordão na vertical e dois na horizontal para maior trabalho mecânico e vedação acústica.

Viu só como é fácil e prático? E o que falta para adquirir esse método em suas construções?

Então faça como as grandes construtoras e adquira Biomassa para facilitar seu trabalho e melhorar seu resultado final.

No dia 27 de Outubro, a Biomassa do Brasil, apresentou duas novidades, na Mostra Casa Saudável, em São Paulo. Palco perfeito para o lançamento das novas soluções inovadoras, sustentáveis e agora Saudáveis com a certificação Healthy Building Certificate (HBC).  Estamos falando da nova linha do efeito decorativo cimento queimado da Biomassa, o único impermeável, saudável e sustentável do mercado e revestimento especial “Reveste Já”, uma argamassa pronto que substitui o chapisco e reboco na fase de alvenaria.

 

O evento contou com a presença do arquiteto Bruno Moraes (que assinou a Linha Terra do Cimento Queimado Biomassa) e construtora Alphaz Concept, com a participação dos embaixadores Cléo e Leandro D’Lucca.

 

Luigi Scianni Romano, sócio-fundador da Incorporadora Alphaz Concept (referência por executar projetos assinados de arquitetura com responsabilidade ecológica) comemora a parceria:  “A parceria com a Biomassa do Brasil vem complementar os diferenciais que sempre fizemos questão de trazer para todos os nossos empreendimentos, onde a sustentabilidade não é apenas uma bandeira, mas nosso compromisso número um”, afirma para o site Dias Sustentáveis“.

 

A Alphaz Concept possui embaixadores engajados com a causa ambiental, como a atriz Cleo, que esteve presente no coquetel, ao lado do marido Leandro D’Lucca, sócio-diretor da incorporadora. A empresa segue as mais modernas tendências de construções ecologicamente viáveis, práticas de custo otimizado e acima de tudo um produto de alto valor agregado que gera rentabilidade para os proprietários. Os empreendimentos são equipados com soluções sustentáveis como painéis solares fotovoltaicos, sistemas biodigestores para tratamento de esgoto, captadores de água da chuva, compostagem orgânica e lixeiras para coleta seletiva e, agora, passarão a ter os produtos da Biomassa do Brasil.

 

Alphaz e embaixadores presentes no evento de lançamento.

 

Em dez anos de Biomassa foram lançados dez produtos diferentes e nesse momento de comemorações e conquistas surgiu mais um novo desafio, colocar dois novos no mercado: o “Cimento Queimado Saudável” e a “Massa de Revestimento Saudável”, como afirma Ricardo Strafacci, sócio e fundador da Biomassa do Brasil “um apelo do mercado que estamos atendendo nesse momento. Antes nossa linha de produtos ficava sempre atrás de alguma coisa por não serem de acabamento, não apareciam, não eram vistos. Agora com o cimento queimado, você pode tocar e ver ele ali. Isso faz toda a diferença”.

 

“Somos uma startup que nasceu com o viés da inovação, trazendo para o mercado da construção civil produtos sustentáveis e saudáveis provando que que produtos sustentáveis não precisam ser mais caros que os outros tradicionais do mercado”, afrima Strafacci.

 

O selo saudável para os produtos garante que os materiais utilizados na edificação não prejudicam a saúde tanto de quem manipula na construção como de quem vai ocupar aquele espaço, o consumidor final. É a sustentabilidade que leva à saudabilidade. É o caso no novo Cimento Queimado Biomassa, o primeiro e único com o selo HBC de produto saudável.

Linha Terra por Bruno Moraes Arquitetura

Arenito e Olaria na reforma feita para o Quadro Beleza Reformada com o Cimento Queimado Biomassa pelo arquiteto Bruno Moraes

 

O lançamento especial da noite ficou por conta do arquiteto Bruno Moraes, que em parceria com a empresa, desenvolveu 3 novas cores que formam a linha terra, especialmente desenvolvidas para o quadro “Beleza Renovada” do programa da Eliana no SBT.  O arquiteto contou para o público presente na casa, quais foram suas inspirações e o processo para a escolha das cores Arenito, Olaria e Tijolo.

 

A Mostra Casa Saudável (Av. Pedroso de Morais, 2188, em Pinheiros) tem 17 ambientes e envolve mais de 30 profissionais e apresenta 170 fornecedores “saudáveis” que cobrem todas as áreas do dia a dia de uma residência com o foco no bem-estar de quem vive no local. Confira algumas fotos dos ambientes da casa com o novo Cimento Queimado Biomassa.

 

LEIA TAMBÉM

>>>>> EMPRESAS APRESENTAM CONCEITO ÚNICO DE CASAS SEM CONTAMINANTES E COM RESPONSABILIDADE ECOLÓGICA EM EVENTO

>>>>> CLÉO E MARIDÃO CONFEREM EVENTO NA MOSTRA CASA SAUDÁVEL

>>>>> CLÉO E MARIDÃO Reforma Rápida: Recepção de Estúdio Fotográfico é transformado no Programa ElianaCONFEREM EVENTO NA MOSTRA CASA SAUDÁVEL

Biomassa Lança Nova Linha Assinado por Bruno Moraes

 

A tendência sempre foi a busca por uma casa moderna e bem decorada, mas com a pandemia esse cenário se ampliou, ter uma casa que traga conforto, saúde e bem-estar é essencial para aumentar a imunidade.

Foi aí que o arquiteto Bruno Moraes em parceria com a Biomassa do Brasil, apresentaram o mais novo lançamento, a Linha Terra do Cimento Queimado Biomassa, na Mostra Casa Saudável em Pinheiros (SP), cenário perfeito para apresentar o único cimento queimado com o selo HBC (Healthy Building Certificate) de produto Saudável.

 

Linha Terra por Bruno Moraes Arquitetura

Arenito e Olaria na reforma feita para o Quadro Beleza Reformada com o Cimento Queimado Biomassa pelo arquiteto Bruno Moraes

 

A linha conta com três tons terrosos que foram criadas para um resgate a natureza, os elementos naturais e nossas raízes. É uma tendência mundial para este ano o uso de elementos naturais, com tonalidades mais terrosas, que remetem a natureza.

São tons mais aconchegantes, perfeitos para quem busca tranquilidade e acolhimento tanto buscado em tempos de pandemia.

Entre as cores desenvolvidas pelo arquiteto Bruno Moraes estão tons terrosos. Arenito, com inspiração em rochas formadas pela deposição de areia. Olaria e Tijolo, tons mais quentes que lembram os tijolinhos de barro.

“Fico muito satisfeito em assinar as cores da linha Terra, da Biomassa do Brasil. É uma empresa, que assim como eu, tem grande preocupação com construções saudáveis e sustentáveis. Por isso, me sinto realmente representado”, comenta Bruno para o portal Radar Imobiliário.

 


Arenito e Olaria na reforma feita para o Quadro Beleza Reformada do programa Eliana.

Mas o que faz o cimento queimado ser saudável e sustentável?

O cimento queimado é um produto que contém baixa emissão de voláteis orgânicos (Vocs) e o principal não possuí produtos químicos, nem toxinas, assim não é prejudicial à saúde nem para o profissional que irá aplicar o produto nem da família que irá habitar aquela casa. E usamos água de reuso, o que faz o produto ser sustentável.

Falamos tanto das novas cores do cimento queimado que tenho certeza que você ficou curioso de conhece-las não é mesmo?

Confira aqui a Linha Terras e todas as 16 cores do Cimento Queimado Biomassa.

(mais…)