A melhor Alternativa para Cimento

A melhor alternativa para cimento

Não é de hoje que a construção civil vem buscando uma alternativa para cimento que seja mais econômica, de preparo mais rápido, aplicação mais prática e fabricação mais sustentável.

E o mais curioso é que a mais eficiente e popular alternativa para cimento conhecida e comercializada hoje, especialmente dedicada ao assentamento de alvenaria de vedação e que atende perfeitamente a todas as exigências mencionadas anteriormente, já existe há algum tempo, porém só foi introduzida recentemente no mercado brasileiro.

Se você ainda não sabe de qual alternativa para cimento estamos falando, então você precisa conhecer um pouco mais sobre a argamassa polimérica.

Argamassa polimérica

A argamassa polimérica, também referida como argamassa sintética ou composto polimérico para assentamento, já existe há algumas décadas. A tecnologia empregada na sua formulação química existe desde os anos 70. No início da década de 80, é publicada pela primeira vez, em um revista norte-americana, uma formulação da argamassa polimérica propriamente dita.

Trata-se de uma argamassa fabricada com resinas sintéticas, cargas minerais e uma série de aditivos, tais como:

  • Impermeabilizantes;
  • Espessantes;
  • Estabilizantes;
  • Entre outros.

Um fator importante de ser observado na formulação da argamassa polimérica é que ela não se utiliza do cimento e nem da areia, como é o caso da argamassa convencional. A importância disso consiste no fato de que a produção do cimento emite quantidades consideráveis de dióxido de carbono e a areia utilizada geralmente é retirada dos leitos de rios, tornando, assim, o processo de fabricação da argamassa polimérica muito mais sustentável.

Dependendo dos tipos, qualidades e quantidades das matérias primas empregadas na formulação da argamassa polimérica, pode haver variações dramáticas na qualidade, resistência e durabilidade do produto final. Portanto, a formulação da argamassa polimérica deve ser devidamente testada de acordo com os todos critérios e requisitos exigidos para o cimento convencional para que haja total segurança em sua utilização.

Foi apenas em 2011 que nós vimos a introdução da argamassa polimérica no mercado brasileiro por conta de uma iniciativa pioneira da Biomassa, que hoje é uma referência no segmento.

Entretanto, ainda seriam precisos outros 6 anos para que a argamassa polimérica se consolidasse reconhecidamente como uma efetiva alternativa para cimento no Brasil, por meio da normatização da produção e comercialização dos compostos poliméricos de assentamento de alvenaria de vedação, com a publicação da NBR 16590, pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Essa normatização foi vital para a popularização da argamassa polimérica, pois proporciona uma maior segurança àqueles que optam pelo produto, ao saber que este segue todos os critérios de qualidade exigidos pelo mercado.

Com qualidade, resistência e durabilidade tão boas quanto às da argamassa convencional, além de mais sustentável, a argamassa polimérica apresenta ainda uma série de outras vantagens como alternativa para cimento que vão desde uma redução de custos com alvenaria até um aumento de produtividade devido à sua maior praticidade de aplicação. Mas se você quiser saber mais sobre essas vantagens e os motivos pelos quais você pode reduzir consideravelmente os gastos em sua obra com a utilização da argamassa polimérica, confira nosso artigo As vantagens da argamassa polimérica (link) e fique por dentro de todos os detalhes.